Alenculta levou as “Cheias de 1967” à Escola de Abrigada

Alenculta levou as “Cheias de 1967” à Escola de Abrigada

28/04/2016 0 Por hernani

A Alenculta levou as “Cheias de 1967” à Escola de Abrigada

“Cheias de 1967” na Escola de Abrigada

No dia 26 de abril de 2016, a Alenculta levou as “Cheias de 1967” à sede do Agrupamento de Escolas de Abrigada. Tanto a exposição, patente no Átrio do edifício sede, como o visionamento de um vídeo (da autoria de Hernani de Lemos Figueiredo) e a palestra, na Sala dos Alunos, foram motivos suficientes para dar a conhecer àquela comunidade escolar a noite da tragédia, os estragos causados pelo dilúvio e a onda de solidariedade que se gerou como resposta a uma calamidade de dimensões nunca vistas no concelho.
Alberto Santos, da Alenculta, e João Mário Ayres d’Oliveira, presidente da Câmara de Alenquer à época, foram os palestrantes daquela manhã em duas sessões seguidas, perante os alunos dos 8.º e 9.º Anos, respetivamente. Nestas sessões também foi visionado um vídeo sobre a catástrofe, da autoria de Hernani de Lemos Figueiredo, Presidente da Alenculta. O interesse manifestado pelo que aconteceu naquela fatídica noite, de 25 para 26 de novembro de 1967, foi tanto que logo ali ficou assegurado uma nova ação idêntica para o dia seguinte.
A exposição, composta por recortes de jornais da imprensa nacional e regional da época, estará patente, no Átrio do edifício sede deste Agrupamento de Escolas, por 15 dias.
Este conjunto (exposição, vídeo e palestra) é uma ação das Itinerâncias, um projeto da Alenculta para ir ao encontro de um público mais amplo e diversificado, com o objetivo primordial de o sensibilizar para o conhecimento da nossa História Local. Como os restantes produtos da Alenculta, este pacote está disponível para ser cedido, a “custo zero”, às entidades culturais, desportivas e públicas do concelho de Alenquer.
Alenquer, 28 de Abril de 2016

Hernâni de Lemos Figueiredo
©Hernâni de Lemos Figueiredo (2016)

Programador Cultural

Presidente da Alenculta

hernani.figueiredo@sapo.pt

  Olá, muito obrigado por visitar este espaço.

Espero que a sua leitura tenha sido do seu agrado.

Se for o caso de nos deixar agora, desejamos que volte muito em breve.

Até lá… e não demore muito.