Mário Soares, sempre: volta e meia somos brindados com o seu passado ”patriótico”

Mário Soares, sempre: volta e meia somos brindados com o seu passado ”patriótico”

18/06/2014 0 Por hernani

Palavras que pensávamos já ter esquecido!…

Mário Soares, sempre: volta e meia somos brindados com o seu passado ”patriótico”


Quando um ex-combatente chamou criminoso a Mário Soares, Portugal ficou gelado, não por duvidar daquelas palavras mas por ter dificuldade em acreditar que alguém tinha tido a coragem de o desmascarar.

DER SPIEGEL: Se necessário, o exército português fará fogo sobre os portugueses brancos?  MÁRIO SOARES: Ele não hesitará, e não pode hesitar.  (Excerto de entrevista à Revista “Der Spiegel”, nº 34, de 19/8/1974)

DER SPIEGEL: Se necessário, o exército português fará fogo sobre os portugueses brancos?
MÁRIO SOARES: Ele não hesitará, e não pode hesitar.
(Excerto de entrevista à Revista “Der Spiegel”, nº 34, de 19/8/1974)

Link 2
Link 3

“Que se há-de fazer desses brancos? Atirá-los aos tubarões”.

“Que se há-de fazer desses brancos? Atirá-los aos tubarões”.

Segundo o jornalista brasileiro Santana Mota, correspondente em Lisboa do diário “O Estado de São Paulo”, Mário Soares ter-lhe-à dito logo em 1973 que a solução para os brancos que viviam na África Portuguesa seria “atirá-los aos tubarões”.

Estas declarações vêm em seguimento de outras “façanhas” atribuídas a Mário Soares, o “Patriota”:

    • “Em 1973, numa manifestação em Londres contra a visita oficial de Marcello Caetano a Inglaterra, Mário Soares pisou em público a bandeira nacional portuguesa”.

Link 4
Link 5

Alenquer, 18 de Junho de 2014

Hernâni de Lemos Figueiredo
©Hernâni de Lemos Figueiredo (2014)

Programador Cultural

hernani.figueiredo@sapo.pt

965 523 785

  Olá, muito obrigado por visitar este espaço.

Espero que a sua leitura tenha sido do seu agrado.

Se for o caso de nos deixar agora, desejamos que volte muito em breve.

Até lá… e não demore muito.